Ernesto Neto realiza performance em Veneza

Sem título

A Bienal de Veneza ainda nem começou oficialmente e o brasileiro Ernesto Neto já deu seu show entre os pavilhões espalhados pela Giardini. A 57ª edição da bienal acontece em 2017 entre os dias 13 de maio, sábado próximo, e 26 de novembro, mas as galerias e artistas já recebem convidados durante esta semana.

Ernesto Neto é um dos artistas brasileiros mais prestigiados no resto do mundo. Seu trabalho é conceitual, performático e ligado à cultura nacional. Todas estas características causaram alvoroço em Veneza na tarde de hoje, quando o artista realizou a dança da Jiboia na companhia de seis índios da tribo Huni Kuin do Acre.

O ato foi chamado por Ernesto de “ação coletiva” em um discurso dado em inglês para o público presente de dentro da tenda de crochê feita por ele para o evento. Ao final, todos deram as mãos para fazer a Jiboia e saíram em canto pelos pavilhões em uma ação que durou cerca de meia hora.

“Estou aqui trazendo a força da arte e os índios, a força da floresta”, explicou Neto durante sua fala. Em seguida, explicou também porque os índios são igualmente artistas: “a arte para os índios é trazer força e conexão, porque o sagrado para eles está em todo lugar”.

Deixe uma resposta

10 − um =