Mole 57: edição comemorativa da poltrona icônica de Sérgio Rodrigues

A história da Mole já é conhecida de nosso Blog AZ. Em 1957 Sérgio Rodrigues recebeu uma encomenda: fabricar uma poltrona “preguiçosa”. O fotógrafo Otto Stupakoff queria de Sergio Rodrigues um sofá que pudesse se sentir rei, isto é, confortável, porém imponente. O designer, que tinha acabado de criar sua empresa, a Oca, desenhou a estrutura de madeira torneada e a batizou de Mole.

A poltrona ficou esquecida nas vitrines da Oca até 1961, quando recebeu o grande prêmio no 4º Concurso Internacional do Móvel – e a projeção internacional – na cidade italiana de Cantù. A partir de então Sérgio passou a colocar o design nacional em destaque no mundo, tendo a Mole como atração principal.

A partir da década de 1990 a Mole voltou a ser reeditada, mas este ano a reedição vem com um diferencial: edição limitada, especial e original do móvel. É que a Mole 57, fabricada com madeira maciça de Imbuia, representa a edição especial comemorativa dos 60 anos da poltrona.

A Mole 57, com edição limitada a 60 exemplares, segue o desenho original feito por Sergio Rodrigues em 1957 e tem características singulares que a diferenciam da poltrona reeditada pelo designer no final dos anos 1990 e ainda comercializada no Brasil e no exterior. Outro diferencial é que a poltrona vem com um selo comemorativo gravado a laser em baixo relevo com aplicação de folha de ouro e numeração de 1 a 60.

Deixe uma resposta

dezessete + 8 =