Yayoni Kusama em pontinhos para crianças


A obsessão virou arte e agora a arte virou história para criança. É que Yayoi Kusama se transformou em livro infantil contado por meio de seu peculiar jeito de ver o mundo: cheio de pontinhos. A artista japonesa de 88 anos de idade fez sucesso em todo mundo com suas obras contemporâneas e performáticas, mas sua história tem algo de peculiar.

Vítima de alucinações, Yayoi transformou suas obsessões em exposições artísticas. Suas obras são marcadas pelas repetições de pontos e elementos, como se a artista quisesse compartilhar suas alucinações com o resto do mundo. Atualmente, Yayoi Kusama vive voluntariamente em uma instituição psiquiátrica. A jornada da artista, entretanto, se transformou no livro Yayoi Kusama: To Infinity and Beyond!, para crianças, produzido pela ilustradora Ellen Weinstein e a curadora do MoMA, Sarah Suzuki.

Nascida em 1929, Yayoi Kusama se mudou para Nova York no fim década de 1950 onde trabalhou com figuras como Donald Judd, Andy Warhol, Claes Oldenberg e Joseph Cornell. Uma artista completa, a japonesa conquistou a cena mundial de arte contemporânea com performances, videoarte, filmes, pintura, desenho, escultura, instalação, moda, poesia, ficção e happenings, transformando os lugares onde passava em telas em branco prontas para receberem sua arte.

No livro, história começa com Yayoni ainda criança já com suas aspirações artísticas – ela passava a maior parte do tempo desenhado e pintando. Na escola de artes, sofreu com rigidez de ser forçada a pintar no estilo tradicional japonês. Na busco por uma vida livre de regras, Yayoni muda-se para Nova York, onde se torna famosa por suas pinturas de bolinhas e esculturas gigantes e luxuosas. No final, livro mostra o retorno de Yayoni Kusama ao Japão, onde ela cria todo seu trabalho em um estúdio perto da instalação psiquiátrica de Tóquio onde vive, voluntariamente, desde 1977.

Imagens: Divulgação

Deixe uma resposta

5 × um =