Design de rua

Dizem que uma forma boa (e barata) de conhecer o mundo é através dos livros. Um livro pode te levar para outro país ou mesmo para outro mundo. Te transporta para o passado ou para o futuro. Mas fome de conhecimento é pauta não apenas para literatos e amentes dos livros, é também para designers.

Algumas ideias, pensadas para levar esse conhecimento para o maior número de pessoas, começou a surgir em cidades brasileiras. São as bibliotecas de rua, onde livros são compartilhados para todos. No interior de Goiás, estantes começaram a surgir no meio das ruas. Todas abarrotadas de livros. Em Brasília, a criatividade foi ainda maior, livros foram colocados dentro de geladeiras antigas grafitadas por artistas.

Em Verna, interior da Bulgária, os designers foram ainda mais longe. Fizeram uma instalação artística no meio de uma praça para abrigar livros. Foram utilizadas 240 peças de madeira, ondulada, para criar uma estrutura orgânica na forma de uma concha – a cidade fica na beira da praia. A ideia, do Downtown studio, é aproximar os mais jovens – atacados pelo vírus da era digital – aos livros.

A estrutura, que pode ser desmontada e carregada para outro local, conta com capacidade para abrigar 1500 mil livros e possui também um palco para os artistas locais se apresentarem – tudo respirando cultura.

Deixe uma resposta

18 + doze =