2017: o ano de A a Z

2017 e suas histórias

Mais um ano chegou ao fim e o Armazém da Decoração, sempre nesta época do ano, para pra rememorar cada pedaço do que passou, cada móvel, cada parceria e cada amizade que somou mais uma história para contar. E são sempre muitas histórias.

Contamos em janeiro que após mais de 21 anos soterrado em processos e disputas judiciais, o marco da arquitetura modernista do Rio de Janeiro, Hotel Nacional, foi reaberto entre a passagem de 2016 e 2017. O Hotel de São Conrado, projetado por Oscar Niemeyer e Roberto Burle Marx, foi fundado em 1972 e tombado na década seguinte, o que possibilitou sua reabertura.

Naquele mesmo mês a art deco goiana foi destaque no jornal americano The New York Times. A edição de 09 de janeiro de 2017, entretanto, deu destaque ao que chamaram de desaparecimento do sonho da art deco no coração do Brasil. No mês seguinte, noticiamos que Leo Romano havia vencido a 1ª edição do Prêmio TOP Design, o que levou sua peça a ser exposta no stand A Lot Of Brasil durante a Semana de Design de Milão.

Em março noticiamos a boa notícia de que o Brasil está entre os dez melhores do mundo em design e arquitetura. A informação foi divulgada pelo World Design Rankings. O ranking classifica todos os países com base no número de designers premiados com o A ‘Design Award. Não ganhamos poucos ao longo de nossa história.

Outra surpresa foi o anúncio feito pela Fundação Hyatt de que em 2017 o Priztker seria concedido a três arquitetos: Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta que atuam juntos à frente do escritório RCR Arquitectes.

Em março de 2017 contamos também que Lygia Pepe, falecida em 2004, ganhou uma retrospectiva dedicada ao seu trabalho no Met Breuer. Outros nomes do neoconcretismo brasileiro, como Lygia Clark e Hélio Oiticica, também tiveram seus trabalhos expostos nos museus de arte moderna nova-iorquinos. Ainda em Nova York, este ano o MoMA realizou uma exposição inteiramente dedicada às obras de Frank Lloyd Wright para comemorar os 150 anos de seu nascimento.

Foi marcado para 2020 a inauguração da primeira Cidade Jardim do mundo, no interior da China e o Brasil não ficou para trás. Contamos que o Ceará receberá a primeira cidade 100% sustentável do País em um terreno que fica a 55 Km de Fortaleza.

O ano de 2017 passou e levou junto grandes momentos e eventos, como o Salão do Móvel de Milão, a Casa Cor com o tema Foco no essêncial, a High Design e a DW! São Paulo Design Weekend. Mas 2017 também levou grandes nomes da arte, design e arquitetura como o arquiteto das grandes armações Carlos Bratke, o discípulo de Burle Marx Haruyoshi Ono e o artista plástico e ativista Frans Krajcberg.

O Armazém da Decoração, em 19 de maio, completou 19 primaveras e neste ano de vida recebeu eventos, amigos e muito design como a edição comemorativa dos 60 anos da Poltrona Mole e o lançamento da nova colação de móveis do Leo Romano, Para Ser Feliz. São histórias de mais um dos 19 anos de vida do Armazém da Decoração, que além de loja, desempenha o papel de produtor e propagador de conhecimento, arte e design. Que venha 2018. Feliz ano novo!

Gift a Porter até as 20h no Armazém da Decoração

Durante todo o dia de quarta-feira a varanda AZ Decor recebe o evento Gift a Porter

Gift a Porter é um evento itinerante de moda que vem rodando o Brasil. Hoje ele está em Goiânia e mais precisamente em nossa loja. O Armazém da Decoração abriu sua varanda para receber as apostas editoriais da próxima estação.

São produtos de moda e beleza de marcas como BEEVEE, Ceres, Chez Nous, Espaço Quadrado, Fernanda Yamin Helena Petit |L&Y – timeless jewellery, LePelle, Le Soleil D’été Lenny Niemeyer, Mariana Marques Joias, Maison Revolta, Mon Petit, Moscova Nopal e Tal, Teashirt, Porta guardanapos Online, Ppla Jewels e Tresset.

O evento já está acontecendo e fica em nossa loja até às 20 horas desta quarta-feira com roupas e acessórios incríveis. O Evento Gift traz a pluralidade de estilos  e as novidades da moda para a temporada Primavera-Verão 2018.

Goiânia recebe Gift a Porter

Evento reúne em um só lugar renomadas grifes do universo fashion

O Armazém da Decoração, junto com as empresárias Bruna Cardoso, Adriana Coselli e Flavia Gouveia, realizam nesta quarta-feira (6), das 11h às 20h, o Evento Gift. A pluralidade de estilos marca o evento que traz para o público novidades da moda para a temporada Primavera-Verão 2018.

É uma ótima oportunidade de montar seu guarda-roupa a partir do olhar de especialistas e das apostas editoriais da próxima estação. Gift a Porter apresenta peças selecionadas que valorizam a elegância contemporânea, conta com a participação de mais de 20 marcas de moda feminina, infantil, joias, acessórios, moda praia, decoração, entre outros.

O evento, que é itinerante, chega a Goiânia após passar por diversas cidades importantes do Brasil e conta com parcerias estratégicas que enriquecem o evento e reflete a alta qualidade da moda e do talento de seus protagonistas.

Confira as grifes que estarão presentes: BEEVEE | Ceres | Chez Nous | Espaço Quadrado | Fernanda Yamin Helena Petit |L&Y – timeless jewellery | LePelle | Le Soleil D’été Lenny Niemeyer | Mariana Marques Joias | Maison Revolta | Mon Petit | Moscova Nopal e Tal |Teashirt |Porta guardanapos Online | Ppla Jewels | Tresset

Serviço

O que: Evento Gift
Quando: 06 de dezembro – das 11h às 20h
Onde: AZ Decor Rua 90, 144 Setor Sul Goiânia

 

“Estamos contando uma história”

Neobox lança coleção de sofás 2018 no Armazém da Decoração

 


É com muita atemporalidade que a Neobox se joga para o ano de 2018. No último sábado, o Armazém da Decoração recebeu convidados para apresentar a nova coleção da marca, com a presença dos designers Danilo Lopes e Paula Gontijo.

Em sua nova coleção, a Neobox optou por trabalhar com contemporaneidade e retorno ao passado, tudo nas mesmas peças. “Nosso ponto partida foi fazer uma convergência entre dois momentos que a coleção foi dividida”, explicou o designer ao Blog AZ. “Em um primeiro momento, a ideia foi criar uma coleção que tenha a cara com mais história, uma coisa mais vintage, mas a ergonomia é contemporânea com formas orgânicas e anatômicas”.

A Neobox tem essa tradição de atemporalidade, seus móveis são feitos para durar independente de modismos. “A neobox tem uma ideia de fazer móveis para sempre. Estamos contando uma historia e entendemos que mobiliário não pode ser algo de moda ou passageiro, para não quebrar com essa história”, concluiu Danilo.

Na nova coleção, elementos e formas do design vintage, como os traços mais arredondadas e a mistura do tecido com metal e madeira se mesclaram com a ergonomia atual, que são os sofás com profundidade, altura e encosto.

Mole, Moleca e Sheriff

Mole 57: Armazém da Decoração realiza brunch para comemorar os 60 anos da Poltrona Mole


É o ano dela, da poltrona mais famosa do design brasileiro. Tão famosa que em 2017, ano em que completa seus 60, ganhou uma edição comemorativa. Os bons de matemática já fizeram um cálculo rápido para constatar que a Mole nasceu em 1957 pelas mãos criativas de Sérgio Rodrigues, mas ela faz parte de uma família que se transformou e ganhou novas versões ao longo dos anos.

A primeira delas surgiu em 1961. Foi o ano que a Mole de fato caiu no gosto do público após sair vencedora do 4º Concurso Internacional de Design de Móveis de Cantu, na Itália. Naquele mesmo ano, Sérgio fez alterações em seu desenho original, dando vida à Poltrona Sheriff.

A Mole original foi criada sob encomenda. O fotógrafo Otto Stupakoff queria de Sergio Rodrigues um sofá que pudesse se sentir rei, isto é, confortável, porém imponente. O designer, que tinha acabado de criar sua empresa, a Oca, desenhou a estrutura de madeira torneada e a batizou de Mole. Até 1961, entretanto, a poltrona ficou encostada na Oca e não ganhou muitos adeptos.

Foi apelidada de Sheriff quando recebeu algumas modificações para o concurso. Em 1963 a segunda versão da Mole, completando o trio de poltronas icônicas de Sérgio Rodrigues, ganhou vida. A peça foi batizada de Moleca. A grande diferença entre a Mole original, a sucessora Sheriff (que é chamada também pelo nome Mole) e a Moleca é que esta última ganhou uma estrutura desmontável.

Como estamos em ano de comemoração, a edição Mole 57 não poderia passar em branco. É por isto que o Armazém da Decoração receberá convidados para um brunch no próximo sábado (25), ocasião que celebrará a Mole (Sheriff) e a Moleca.

Poltrona Moleca

Poltrona Sheriff (Mole)

Armazém da Decoração com 30% OFF

Armazém da Decoração com 30% de desconto

Quando o final de ano começa a se aproximar, a loja se organiza para mais uma temporada de oportunidades. 2017 não poderia ser diferente. Durante todo o mês de novembro, os produtos a pronta-entrega do Armazém da Decoração estarão em promoção, com 30% de desconto. Não perca esta oportunidade.

* A promoção não é válida para produtos Etel, Vermeil e obras de arte.

Varanda Tidelli no Armazém da Decoração

Varanda Tidelli

O Armazém da Decoração prepara a loja para o verão. A Tidelli se firmou no mercado, com quase três décadas de história, como a marca dos móveis externos. Suas cordas náuticas e seu colorido convidam para o sol, a piscina e a vida fora das quatro paredes. A Varanda Tidelli é um espaço criado dentro da loja para receber estas peças. Amanhã (28), entre 9h e 13h, as portas da loja estarão abertas para apresentar a Varanda Tropical Tidelli.

Noite de lançamento no AZ Decor

Leo Romano lança a linha de móveis Para Ser Feliz no Armazém da Decoração

Parafraseando Leo, “uma folha branca se revela em alguma forma”. As criações, na dança e no design, se encontraram relevadas em várias formas na Sala Conceito do Armazém da Decoração na noite desta quinta-feira (19).

É que durante o lançamento da coleção Para Ser Feliz, o branco se revelou na coleção de móveis saída da imaginação criativa de Leo, amadurecida em seus cadernos e transformada em 14 peças que misturam funcionalidade, design e poesia. Outra forma que saiu do branco nesta noite foi a dos bailarinos Cleison e Paula que, trajados de branco, nos revelaram o poder da arte e a emoção da dança.

Casa Cor Goiás em movimento

Casa Cor Goiás chegou ao fim, mas as lentes da nossa câmera capturou os melhores espaços da mostra em 2017

Casa Cor fechou suas portas esta semana e vai já deixando saudades. Os melhores momentos da 21ª edição da mostra, no entanto, foram capturados pelas lentes do artista e fotógrafo Marcus Camargo. Fiquem então com os melhores ambientes, com o melhor do design, da Casa Cor Goiás 2017:

Casa do Boi

Em sua 21ª edição na mostra, Leo Romano assina o espaço que recebe a exposição de animais vivos


Após 20 anos de Casa Cor, Leo Romano ganhou em 2017 um presente: o projeto da casa de um animal que carrega sua marca. “Este ano eu não escolhi o ambiente, fui escolhido por ele”, brincou o arquiteto e designer. Eliane Martins e Sheila Podestá, organizadoras do evento em Goiânia, decidiram trazer para a casa este ano um animal vivo para exposição.  Lavrado e Mococa foram os selecionados para passar uma temporada na casa design e não tinha ninguém melhor que Leo para oferecer ao charmoso casal um abrigo à altura.

Além de traduzir uma importante parcela da economia do nosso estado, o boi também faz parte da história profissional de Leo. O arquiteto ousou ao usar um boi de fibra na Casa Cor Brasília no ano de 2004. Após essa mostra, incorporou a figura a sua marca.

A Casa do Boi faz parte do anexo da Casa Cor e, de longe, se vê apenas o pequeno curral feito para receber Lavrado e Mococa. “Fizemos um espaço no canto como um elemento surpresa”, disse Leo. Deu certo. Não há como não se surpreender com o ambiente de 450 m², que é um misto de elevação espiritual com requinte material. É que, para Leo, boi é um símbolo de força e riqueza.

O complexo criado pelo arquiteto gira entorno dos animais que ali se abrigam. Tudo se remete ao boi, ainda que o ambiente tenha sido dividido em quatro: capela, varanda, praça e curral. Para formação deste conceito, Leo relembrou uma infância vivida no meio rural e mesclou com a estética das capelas de fazenda.

Para que o curral garantisse a melhor estadia para os animais, foi instalado nas sombras de uma mangueira já existente no terreno. Uma praça separa o curral dos edifícios principais. Nela, um grande banco e uma mesa de confraria dá boas-vindas aos visitantes e anuncia de modo contemporâneo a atmosfera do espaço. Ao fundo se vê o que foi batizado por Closet do Boi. Ali, vários elementos usados diariamente no trato animal são expostos de maneira lúdica e cenográfica.

Da praça se ouve também o som celestial saindo de dentro da capela. Durante a mostra, a trilha sonora ficou ligada com uma música que compunha com o ambiente para criar um clima celeste.  Ao lado dos animais vivos em exposição, a capela dividiu o protagonismo do ambiente. Mobiliário, arte e design dialogam para recriam as capelas de fazenda em uma releitura de luxo, design e audácia.

A imaculada capela remontam discretamente os espaços ecumênicos e celebra a criação e a vida. O ambiente recebeu o melhor do design brasileiro, como as poltronas Chifruda, de Sérgio Rodrigues, a poltrona Latão, de Lina Bo Bardi, a poltrona Jangada, de Jean Gillon e a mesa Amorfa, de Arthur Casas. Obras de arte assinadas em parceria por Leo Romano e a artista plástica Iêda Jardim são o toque final nas paredes do espaço.

Fotos: Marcus Camargo