Iris Apfel lança sua primeira coleção de móveis

Aos 96 anos, Iris Apfel lança sua primeira coleção de móveis e imprime nele seu estilo único e autêntico


Dona de um estilo autêntico, aos 96 anos de idade Iris Apfel influencia o mundo da moda. Com seus vestidos que parecem saídos das maiores passarelas feshion do mundo e seus óculos grandes que são sua marca registrada, a designer de interiores viaja o mundo para falar sobre arte, design e estilo.

A idade não freio a marcha de produção da designer e influencer e este ano Apfel lançou sua primeira coleção de móveis em parceria Cloth & Company. A coleção completa, inspirada no mundo circense, possui 94 peças que incluem cabeceiras, bancos, cadeiras, divãs, pufes e poltronas.

Além da criatividade, as peças de destacam pela variedade de tecidos. É possível ver nos móveis um pouco do que vemos em sua própria criadora. A autenticidade que Iris Apfel imprime em seu estilo de se vestir também está presente nos móveis e na escolha de suas estampas – são 15 opções diferentes de tecidos.

Segundo a designer, decorar uma casa é uma maneira de expressar seu estilo pessoal – talvez por isso a semelhança entre Apfel e seus móveis. “As impressões corajosas em minha coleção, por exemplo, refletem meu senso de design único e espirituoso”, explicou em comunicado oficial sobre o lançamento de suas peças.

Bota Fora AZ 2017

Desconto de fim de ano AZ


O Natal chegou e o Armazém da Decoração entrou em clima de festa com o anual Bota Fora de fim de ano. São oportunidades incríveis de repaginar a casa, já que muitas de nossas peças estão com descontos. Tudo para zerar o estoque para o ano que chega.

Cannabis é usada na construção de casas

A planta vulgarmente conhecida por maconha possui uma substância capaz de substituir cimento, tijolo e madeira na construção civil

O cannabis sativa é uma planta que carrega consigo uma dose de polêmica. Vulgarmente conhecida por maconha, a planta possui em sua composição uma grande quantidade de THC, substância psicoativa responsável por levar a planta a fazer parte da portaria do Ministério da Saúde que cataloga as drogas proibidas no Brasil. No resto do mundo, pelo menos no lado ocidental, discute-se a possibilidade de retirar seu caráter proibitivo.

Ocorre que além de psicoativa, o cannabis tem diversas outras funções, talvez por isso seja uma planta milenar. O primeiro registro de uso da planta data de 8.000 a.C, quando os chineses a utilizavam para fazer papel. Atualmente, a planta possui mais de 25 mil usos catalogados e a arquitetura também se aproveita das qualidades da planta.

O Tav Group, escritório de arquitetura de Israel, projetou uma casa de 250 m² utilizando-se de Hemcrete, que é uma espécie de concreto produzido com cânhamo – fibra vegetal que deriva da Cannabis. A casa está localizada em Ein Hod e faz parte do grupo de residências construída com materiais orgânicos – tudo pelo meio ambiente.

O cânhamo é a substância também usada na composição de tecidos – algumas empresas do ramo da moda já produzem roupas derivadas do Cannabis – e também na substituição da madeira. É que o cânhamo possibilita a produção de tábuas robustas e resistentes que podem substituir as tábuas de madeira. Elas são obtidas a partir da utilização de pedúnculos desta planta, que são prensados e montados com a ajuda de uma cola. O resultado é que está ficando cada vez mais comum a utilização da substância no ramo da construção civil, como um substitutivo ao cimento e aos tijolos.

Bota Fora AZ 2017

Poltrona Painho


A Tidelli foi premiada esta semana, pelo terceiro ano consecutivo, com o prêmio Top of Mind da revista Decorar e revista Casa&Mercado – auditado pelo instituto Data Folha – como a marca do ano no quesito mobiliário externo, então vamos continuar falando dela hoje e com notícia boa.

É que a Tidelli faz parte do Bota Fora AZ, quando nossa loja abaixa o preço de diversos produtos a pronta entrega para zerar o estoque para o ano que chega. A poltrona Painho, destaque desse nosso Bota Fora, foi desenhada por Marcelo Rosenbaum em parceria com a Tidelli. Inspirado pela cadeira do chefe típico das fazendas de cacau da Bahia, a poltrona possui um design impactante.

O Bota Fora AZ está com oportunidades imperdíveis até o fim do mês de dezembro, então não perca.

Tidelli vence prêmio Top of Mind 2017

Pelo terceiro ano consecutivo, a Tidelli vence o prêmio Top of Mind de produtos para área externa


O prêmio Top Of Mind, realizado pela Revista Decorar e pela Revista Casa&Mercado e auditado pelo instituto Data Folha, anunciou a Tidelli Móveis como a marca vencedora no ano de 2017 para a categoria móveis área externa. Este ano a marca se consolida como tricampeã do Top of Mind.

Após mais de duas décadas criando e produzindo móveis para a área externa, a Tidelli não poderia ter se tornado menos que especialista no assunto. Beleza e conforto são apenas algumas das principais características da marca, já que seus móveis são também à prova do tempo bom e ruim do tropical clima brasileiro. É por tudo isto que ficou impossível falar em móveis para áreas externas sem falar em Tidelli. Prémio mais que merecido.

Masp abre exposição de Tunga sobre sexualidade

O arquiteto por formação Tunga dedicou sua vida artística para tratar de temas como sexualidade e erotismo, focos da exposição inaugurada hoje no Masp

 


Desde sua primeira exposição individual no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, intitulada Museu da masturbação infantil, de 1974 que Tunga dedica seu trabalho artístico para tratar da sexualidade e do erotismo. Tunga, ou Antônio José de Barros Carvalho e Mello Mourão, seu nome de registro, foi escultor, desenhista e artista performático.

A mostra de 1974 incluiu desenhos abstratos que, posteriormente, pautariam o raciocínio acerca de temas eróticos na produção do artista. Eram obras cujas formas evocavam imagens eróticas ou processos de gozo, elementos que foram incluídos na exposição Tunga: O corpo em obras inaugurada hoje para convidados no Masp, em São Paulo.

Arquiteto de formação, Tunga transitou por diferentes linguagens, das artes visuais à literatura, incluindo a escultura, a instalação, o desenho, a aquarela, gravura, vídeo, texto e a instauração até a data de sua morte, em 2016. Frequentemente, suas obras se alimentam de um repertório que provém de distintos campos do conhecimento, como a psicanálise, a filosofia, a química, a alquimia, bem como as memórias e as ficções.

Na exposição que segue no Masp até o dia 11 de março de 2018, a sexualidade não constitui apenas um tema da produção do artista, mas um modo de compreender as relações, vínculos, transformações e criações entre corpos, matérias e linguagens. A escolha dos trabalhos e sua disposição no espaço foram definidas a fim de potencializar essas relações e promover diálogos entre obras de diferentes períodos e técnicas, em detrimento de uma organização cronológica.

A exposição Tunga: o corpo em obras, de curadoria de Isabella Rjeille, encerra o programa anual de 2017 do Masp em torno das histórias da sexualidade, que incluiu mostras individuais dos artistas Teresinha Soares, Wanda Pimentel, Miguel Rio Branco, Toulouse-Lautrec, Tracey Moffatt, Guerrilla Girls, Pedro Correia de Araújo e a exposição coletiva Histórias da sexualidade.

Fonte: MASP / Divulgação

São Paulo vai ganhar uma versão da London Eye

Escritório de arquitetura que projetou a icônica roda gigante de Londres prepara um projeto similar para a cidade de São Paulo


A virada do milênio não poderia chegar sem um grande marco e, em Londres, este marco foi a London Eye – também apelidada de Millennium Wheel (Roda do Milênio, em português). A roda gigante inaugurada pelo então primeiro ministro britânico Tony Blair na passagem de 31 de dezembro de 1999 para 1º de janeiro de 2000 manteve o título de maior roda do mundo até 2006 e inspirou outros projetos iguais mundo afora.

A cidade de São Paulo foi a última a se inspirar na capital londrina e anunciou que também ganhará uma roda gigante com vista panorâmica. E a versão paulistana da London Eye será ainda mais parecida com a original que as rodas das outras cidades. É que o mesmo escritório que assinou a Roda do Milênio está por trás do projeto no Brasil.

A London Eye foi concebida para marcar a virada do milênio e deveria ficar instalada nas margens do Tâmisa, ao lado do Parlamento, por apenas cinco anos. O projeto foi concebido pelos arquitetos David Marks e Julia Barfield, da empresa Marks Barfield, em parceria com a British Airways.

Para colocar de pé os 135 metros de roda gigante, o estúdio teve que bolar uma forma de construir sua estrutura no próprio local onde seria levantado – as ruas de Londres são estreitas, impossibilitando seu deslocamento. Como a London Eye se incorporou à silhueta da cidade, acabou ganhando o direito de permanecer por tempo indeterminado.

A versão Paulista dos Olhos de Londres será ainda maior que sua irmã. O projeto, que ainda não tem data marcada para ser iniciado, prevê uma roda de 150 metros de altura, ficando atrás apenas da Estrela de Nanchang de 160 m, localizada na cidade de Nanchang na China, e da maior roda gigante do mundo, a High Roller de 167 m, localizada em Las Vegas. Quatro locais estão sendo analisados na capital para abrigar a roda gigante, mas este ponto também não está definido.

Bota Fora de fim de ano Armazém da Decoração

Descontos imperdíveis neste mês de dezembro

 


Fim de ano no Armazém da Decoração chega sempre com oportunidades. 2017 está quase chegando ao fim e pretendemos colocar para fora não apenas o ano, mas também nossos estoques.

É por isto que dezembro é mês de Bota Fora. Design assinado, que vai de cadeiras e poltronas até luminárias com descontos imperdíveis. Corra em nossa loja para conferir de perto e repaginar sua casa nesta virada de ano.

Bomboca une Irmãos Campana e Louis Vuitton

Os irmãos Campana se uniram à grife francesa para criar uma peça de design


Os Irmãos Campana são conhecidos pela habilidade que têm de surpreender. Suas criações nunca passam despercebidas. A abordagem multicultural do estúdio Campana com a visão cosmopolita dos designers fez com que seus trabalhos fossem aclamados em todo o mundo. Peças criadas por Humberto e Fernando Campana fazem parte do acervo de importantes museus mundo a fora.

A importância do trabalho moveleiro traçado pelos designers fez com que eles realizassem parcerias de peso ao longo dos anos e a última delas foi com a marca francesa de bolsas e acessórios, a Louis Vuitton. Durante a Design Miami 2017, que está sendo realizada até o dia 10 de dezembro, o Sofá Bomboca foi exposto ao público na coleção da Objets Nomades.

Bomboca foi assim batizada como um trocadilho com o nome do tradicional doce Bombocado. A peça resgatou da Louis Vuitton suas principais matérias primas: o couro e o veludo. Ficou por conta dos designers brasileiros a criação do desenho para lá de inusitado. A peça dos Campana, então, foi reeditada com a união do melhor que ambos poderiam trazer para um objeto de design.

A peça foi apresentada com uma mistura de cores que vão do branco e passam pelo turquesa, o roxo e o azul. O couro que a grife de luxo usa na composição de suas bolsas e malas foi usado para envelopar a estrutura do sofá. O veludo foi usado nas almofadas, algo feito pensando não apenas na beleza, como também na ergonomia.