Zanini de Zanine / Design é Meu Mundo

Zanini de Zanine lança a poltrona Zina, que mistura aço carbono, linho e madeira maciça

16473676_1377497812292055_4300671939316180753_n

O design é tão arrojado quanto o designer. Com pouco mais de 35 anos de idade, Zanini de Zanine mergulhou o modernismo herdado do pai – Zanine de Caldas – no contemporâneo criativo de seus desenhos irreverentes. Quando criança, usava a oficina de Zanine de Caldas como seu parquinho de diversões, depois de adulto transformou a brincadeira em profissão e foi muito premiado por ela.

Além do pai, Zanine já trabalhou com figuras ilustres como Sérgio Rodrigues quando ainda estava na faculdade. Formado em Desenho Industrial pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Zanini chamou a atenção do mercado brasileiro e mundial. Seu talento atravessou o oceano e foi parar nas grandes marcas europeias como as italianas Slamp e Cappellini e a francesa Tolix. O designer, e surfista nas horas vagas, coleciona também publicações sobre seu trabalho espalhada por revistas italianas, russas, francesas e inglesas.

Um exemplo claro da irreverência do designer é a novíssima Poltrona Zina, lançada no final do ano passado. Zina nasceu da combinação de três materiais que pouco se misturam: aço carbono, linho e madeira maciça. O resultado é a perfeita harmonia entre os traços modernos com o design contemporâneo. A peça, produzida em tons claros e escuros, está sendo comercializada desde novembro de 2016. Em Goiânia, você a encontra no Armazém da Decoração.

k

EARQ abre as portas para sua 6ª edição

Amanha começa a 6ª edição do maior evento de arquitetura do Centro-Oeste

a
O maior evento de arquitetura do Centro-Oeste, Encontro de Arquitetura e Design (EARQ), abre as portas nesta terça-feira para sua 6ª edição. O evento acontece no Centro Cultural Oscar Niemeyer até quinta-feira (17) com a participação Ana Paula e Sanderson, Diego Revollo, Marko Brajovic, Zanini De Zanine, Henrique Steyer, André Brandão e Márcia Varizzo, Maurício Arruda, irmãos Campana, Arnaldo Danemberg, Camila Klein, Giorgio Bonaguro e Maneco Quinderé.

O Encontro de Arquitetura e Design (EARQ) realizou sua primeira edição em 2010 para reunir os profissionais do design e compartilhar conhecimento, mas acabou se tornando referência como evento de design e arquitetura em toda a região Centro Oeste do país.

O EARQ contará com uma praça Gastronômica ArqDesign, aberta todos os dias do evento a partir das 10 da manha. O projeto cenográfico do espaço foi obra de W. Leão Ogawa e Heitor Arrais, da Leão Arrais Arquitetura.

Este ano, os organizadores do EARQ estimam um público de 3 mil participantes entre profissionais de arquitetura, design de interiores e de ambientes, paisagistas, decoradores, engenheiros, fornecedores do segmento, universitários, imprensa e formadores de opinião.

Confira abaixo a programação do evento e se organize para não perder as melhores palestras.

PROGRAMAÇÃO 6º EARQ

15 de Setembro (Terça-feira)
14h00 Credenciamento e Abertura do Evento
Local: Palácio da Música
15h00 Fórum com CAU-GO
Tema: Sobre Escritórios de Arquitetura e Design
Local: Auditório Lygia Rassi
16h00 Palestra com Ana Paula e Sanderson
Tema: Escritório Ana Paula e Sanderson: Funcionamento e Processo
Local: Palácio da Música

Intervalo

18h Palestra com Diego Revollo
Tema: Diego Revollo: Trajetória e Carreira
Local: Palácio da Música

Intervalo

20h Palestra com Marko Brajovic
Tema: Design by Nature: Biomimetica como estratégia de projeto
Local: Palácio da Música

16 de Setembro (Quarta-feira)
10h00 Fórum com Zanini De Zanine
Tema: Conversa sobre Design / Arquitetura
Local: Lygia Rassi
14h00 Mini curso Kildere – Compatibilização de Projetos em BIM
Local: Auditório Lygia Rassi
15h00 Fórum com Henrique Steyer
Tema: Design Inusitado: Entre o Céu e o Inferno
Local: Palácio da Música
16h00 Palestra com André Brandão e Márcia Varizzo
Tema: Arquitetura com foco no indivíduo
Local: Palácio da Música

Intervalo

18h00 Palestra com Maurício Arruda
Tema: Design Doing
Local: Palácio da Música

Intervalo

20h00 Palestra com Estúdio Campana
Tema: Estudio Campana: Trajetórias, projetos e resgates culturais
Local: Palácio da Música

17 de Setembro (Quinta-feira)
10h00 Fórum com CAU-GO
Tema: Sobre Escritórios de Arquitetura e Design
Local: Auditório Lygia Rassi
15h00 Fórum com Arnaldo Danemberg
Tema:O Antiquário e o mobiliário histórico Brasileiro e Europeu
Local: Auditório Lygia Rassi
16h00 Palestra com Camila Klein
Tema: Carreira e Inspirações
Local: Palácio da Música

Intervalo

18h00 Palestra com Giorgio Bonaguro (Itália)
Tema:L’idea e il prodotto (a ideia e o produto)
Local: Palácio da Música

Intervalo

20h00 Palestra com Maneco Quinderé
Tema: Aplicações de efeitos cênicos de iluminação na arquitetura
Local: Palácio da Música
22h00 Encerramento do evento
Local: Palácio da Música

* A programação foi fornecida pela organização do evento. Para participar dos Fóruns e Mini Cursos é necessário se inscrever no local do EARQ. As vagas são limitadas.

Lançamentos Butzke 2015

Butzke lança mão de algumas incríveis parcerias para lançar novas peças de mobiliário em madeira certificada

11745541_910914682283706_2027943921166989314_n

Há mais de cem anos o sul do Brasil conheceu a Butzke, mas na segunda metade do século passado, sob a administração de uma nova família, a empresa que antes produzia carroças se especializou na produção de móveis de madeira certificada.

“A madeira profissional é uma madeira com muita oferta e regularidade que vai para o mercado sem depreciar o meio ambiente”, explicou Guido Otte ao Blog AZ. Atualmente, o respeito ao meio ambiente é elemento chave de toda a cadeia de produção da Butzke.

Mas como móveis não são feitos apenas com madeira certificada, a Butzke une um time mestre quando vai produzir novas peças e foi o que a marca fez em 2015. Este ano a empresa apresentou alguns lançamentos e novas parcerias.

Em fevereiro, a Butzke participou da 19ª Feira Brasileira de Móveis e Acessórios da Alta Decoração (Abimad), em São Paulo, e apresentou na edição lançamentos exclusivos assinados por importantes designers brasileiros como Carlos Motta, Paulo Alves, Estúdio Asa Design, Flávia Pagotti, Marina Otte, Arthus Casas e Alain Blatché. Um dos destaques do lançamento de fevereiro foi a cadeira Lótus, assinada pelo estúdio Asa Design, de Curitiba.

Foi também em 2015 que a marca expos pela primeira vez no Salão do Móvel de Milão e aproveitou a ocasião para apresentar seu lançamento mais esperado do ano, a coleção Mucuri fruto da primeira parceria com o designer carioca Zanini de Zanine. Desenvolvida em cumaru, madeira nativa 100% certificada FSC, a linha é composta por espreguiçadeira, mesa de jantar, mesa auxiliar e cadeira. Aguardem, porque essas novidades também farão parte do Armazém da Decoração.

11222249_911083845600123_5658852081316056757_n

Viés do design brasileiro: Zanini de Zanine

Zanini de Zanine é um dos criadores do novo projeto de design que alia os traços modernistas ao desenho contemporâneo

Zanini de Zanine (Foto: divulgação)

Zanini de Zanine (Foto: divulgação)

Viés é uma trajetória ou direção oblíqua, segundo o dicionário. É uma linha ou segmento diagonal. No design, Viés é a união do design contemporâneo – inquieto e indiferente ao modismo e às práticas tecnológicas que apenas afastam o criador de sua criação – com aquele design modernista que, nas décadas de 1950 e 1960, impulsionaram a construção da linguagem do mobiliário nacional.

Unir esses dois tempos foi o desejo do trio que criou o projeto Viés, hoje um Selo do design nacional que se propõe a fazer o lançamento anual de peças do mobiliário brasileiro modernista e contemporâneo. Um desses nomes já é conhecido do Blog AZ, pois sua criatividade já foi pauta pra muita matéria nossa.

Zanini de Zanine nasceu no Rio de Janeiro e, ainda na infância, observava o trabalho do pai, José Zanine Caldas. Se o talento veio de berço ou de convivência paterna é difícil saber, sabemos apenas que Zanini de Zanine não poderia seguir outro caminho. Nomeado Designer do Ano pela Maison & Objet Americas 2015, Zanini de Zanine graduou-se em Desenho Industrial pela PUC-Rio em 2002 e, a partir de então, começou a produzir móveis em madeira maciça, com peças de demolição que batizou de “Carpintaria Contemporânea”.

Em 2005 começou a desenvolver peças produzidas industrialmente, deixando de escolher apenas a madeira como material para o seu design. Atualmente, o designer dirige o escritório de leva seu nome: Studio Zanini e á recebeu os mais importantes prêmios de Design do Brasil e fora pelos móveis que criou nos dois segmentos.

Juntamente com Ronald Scliar Sasson e Flavio Franco, está a frente do novo selo Viés, que está distribuindo pelo Brasil mobiliário criados por eles e por outros nomes tradicionais do design nacional. Nesta primeira coleção de 2015, Zanini de Zanine lançou a Poltrona Serfa.  “O que une o design de hoje ao criado nas décadas de 50 e 60 é o calor, o uso continuo da madeira”, explicou o designer sobre a relação da Serfa com o passado.

Para Zanini, o aspecto das peças dos anos 50 que estão sendo trazidas para as criações contemporâneas da Viés são a elegância e a delicadeza. “Com o Viés, vamos tentar apresentar uma linha de raciocínio, confrontar os trabalhos que têm brasilidade em diferentes momentos, como o Zanini Caldas, nos anos 50, e o Ronald Scliar Sasson e o Flavio Franco, na década de 90. Sempre reforçando o contraste de diferentes regiões dessa imensidão que é o Brasil”, concluiu.

Zanini de Zanine - Poltrona Serfa (Foto: Claudio Fonseca)

Zanini de Zanine – Poltrona Serfa (Foto: Claudio Fonseca)

O Viés do design brasileiro

Projeto reúne nomes contemporâneos e modernistas do criativo circuito de designers brasileiros para o lançamento de peças de mobiliário

 

Zanini de Zanine - Poltrona Serfa

Zanini de Zanine – Poltrona Serfa

O que o design modernista representa para o mobiliário nacional é um tema de tamanha importância que os designers Flavio Franco, de Teresina, Zanini de Zanine, do Rio de Janeiro, e Ronald Scliar Sasson, de Gramado, resolveram desenvolver um projeto com o objetivo de criar móveis de madeira assinados e catalogados anualmente que têm o modernismo como um de seus maiores traços.

Viés foi o nome escolhido pelo trio para batizar a coleção que explora dois lados de um mesmo design. De um deles estão as formas puras, criadas por ícones das décadas de 50 e 60 que contavam com os recursos nem sempre suficientes da indústria moveleira nacional, ainda em seus primeiros passos – como José Zanine Caldas e Aida Boal. Do outro, uma geração que poderia contar exclusivamente com tecnologia a serviço do móvel, mas que não abre mão da poesia.

Foi sobre este mesmo teto criativo que nasceu o projeto Viés, selo para venda de mobiliário assinado, catalogado e carregado de histórias. O Projeto Viés apresenta a sua primeira série de peças de premiados designers nacionais contemporâneos e importantes representantes da história do mobiliário modernista brasileiro. Uma edição de peças será produzida a cada ano por fábricas brasileiras para serem comercializadas nas lojas e galerias do Brasil, como a Armazém da Decoração.

O novo Selo Viés não poderia chegar ao Brasil sem fazer uma parada no Blog AZ, então durante esta semana vamos apresentar um pouco melhor o projeto por meio de seus designers… Aguardem!

Jose Zanine Caldas - Banco Belmonte

Jose Zanine Caldas – Banco Belmonte

Aida Boal - Poltrona Christina

Aida Boal – Poltrona Christina

Fotos: Claudio Fonseca

“Projeto Seringueira”: um pouco de arte para a madeira da borracha

Cinco designers de peso, em parceria com a madeireira Madeibor, criaram o Projeto Seringueira para produzirem peças de mobiliário com matéria prima inédita no Brasil

seringueira
Foi com o conceito do “Projeto Seringueira” que as mentes criativas de Paulo Alves, Fernando Jaeger, Zanini de Zanine, André Cruz e dos irmãos Sergio Fahrer e Jack Fahrer pretendem explorar todo o potencial da madeira da seringueira cultivada, uma das árvores nativas mais importantes da história do nosso país. Com o projeto, os designers pretendem criar seis peças assinadas com a utilização da madeira que serão apresentadas para os lojistas entre os dias 12 e 15 de fevereiro na Marcenaria São Paulo.

Fomentadores do uso ecologicamente correto de materiais orgânicos, Sérgio e Jack Fahrer fazem parte de um grupo de designers que na década de 1990 trabalhou difundindo o selo do FSC (Forest Stewardship Council) no Brasil, que certifica toda cadeia de custódia de extração e comercialização da madeira. “O intuito deste projeto é promover o uso da seringueira, estimulando o reaproveitamento desta espécie de árvore e evitando o desmatamento e extinção de outras espécies ameaçadas”, revelam.

De origem amazônica, a árvore seringueira é usada para a produção de látex e borracha em ciclos de vida que podem durar até 35 anos. Quando seu ciclo chega ao fim, as seringueiras são cortadas para darem espaço a novas mudas. Ou seja, de um produto florestal estabelecido como não madeireiro, onde o objetivo principal é a extração do látex, nasce uma nova fonte de madeira que, além de linda, é ecologicamente sustentável.

Cada designer deu seu toque pessoal à madeira, Paulo Alves, à frente do projeto, explica que por se tratar de uma nova opção de madeira para mobiliário, decidiu trabalhar com o material bruto. “Gosto de explorar o material de várias maneiras para descobrir suas possibilidades”, relata. O resultado dessa exploração é uma namoradeira onde “é possível ver um pedaço da tora em seu estado bruto somente tirando a casca e aproveitando a própria superfície macia do tronco. Nas extremidades da peça é possível ver todos os anéis de crescimento da árvore, sendo que cada um corresponde ao ciclo de um ano que ela passou plantada”, explica Alves.

André Cruz, por outro lado, optou trabalhar com a mistura de materiais. “Usei o concreto, pois vi similaridade com o processo de extração do látex que é líquido ao ser extraído e depois se torna sólido através de diversos processos. Esse material também é inicialmente uma massa líquida, que pode se transformar no shape que quiser”, conta.

O mercado de mobiliário confeccionado com esta madeira já foi estabelecido, há mais de 20 anos, em países asiáticos como a Tailândia, Malásia, Indonésia e Vietnã, tradicionais produtores de borracha natural com imensas áreas dedicadas ao cultivo de seringueira. As árvores chegaram ao continente por meio de sementes recolhidas pelos Ingleses, na Amazônia, ainda no século XIX, e levadas para a Ásia em uma época em que o Brasil era o único produtor de borracha do mundo.

Esse deslocamento fez com que a cultura da seringueira perdesse espaço no Brasil. “Hoje ainda importamos a borracha natural porque temos uma produção muito abaixo do que consumimos. Uma ironia para um país que detinha a produção total do látex”, afirma Fernando Genova idealizador do projeto e presidente da Madeibor, madeireira especializada no plantio e extração da seringueira.

seringueira (1)

Irreverência de Zanini de Zanine

O designer carioca Zanine é ousado e aposta seu trabalho na versatilidade de formas e materiais

Zanini
O design está no DNA de Zanine Filho e não é para menos, o designer cresceu vendo o Mestre da Madeira trabalhar. É que Zanine é filho do renomado paisagista, maquetista, escultor, moveleiro e arquiteto autodidata José Carlos Zanine. O pai promoveu a integração entre o design tradicional e os traços modernistas. O filho trouxe o contemporâneo juntamente com prêmios e exposições no Brasil e no exterior.

Além do talento de berço, Zanine já trabalhou com figuras ilustres como Sérgio Rodrigues quando ainda estava na faculdade. Em 2002 graduou-se em Desenho Industrial pela PUC-Rio. No ano seguinte, Zanine já inovou. Com madeira de demolição ele investiu na “Carpintaria Contemporânea”, nome dado aos móveis que produziu naquele ano. Mas não é apenas de madeira que vive Zanine Filho, para o designer não tem material ruim, ele transforma tudo o que tem em peça de decoração, ou melhor, de arte.

Em 2005 usou esse talento nas peças que produziu industrialmente e em 2011 suas linhas passaram a ter um pai: o Studio Zanini. Seu sucesso teve outras contribuições brilhantes. Além da influência com o talento paterno, Zanine conviveu com personalidades como os arquitetos Lucio e Janete Costa, Sérgio Bernardes, o artista plástico Juarez Machado, o escultor Amilcar de Castro, o músico Tom Jobim, o escritor Jorge Amado e outros contemporâneos ao pai arquiteto e à mãe cineasta.

Com apenas 35 anos, Zanine chamou a atenção do design brasileiro e mundial. Seu talento atravessou o oceano e foi parar nas grandes marcas europeias como as italianas Slamp e Cappellini a francesa Tolix. Fama de tímido, o surfista já recebeu 15 prêmios ao longo da carreira e tem uma coleção de publicações sobre seu trabalho espalhadas por revistas italianas, russas, francesas e inglesas.
Zanini de zanine

A mistura inusitada de Zanine gera sempre um trabalho versátil em um design pra lá de poderoso. Confira mais d o design de Zanini de Zanine na AZ Decor!!

poltrona Zanini Cadeira Zanini

Casa Brasil abre suas portas

Uma das maiores feiras de design e neócios da América Latina estará aberta de 13 a 16 de agosto, na Serra Gaúcha.

Quer ficar por dentro das novidades do mundo do design nacional? Então não deixe de conferir a nova edição da Casa Brasil, que acontece de 13 a 16 de agosto, na Serra Gaúcha. A feira, que é uma das maiores da América Latina, abriga móveis, iluminação, complementos e decoração de alto padrão e estima receber este ano 20 mil visitantes profissionais, vindos de 15 países.

A criatividade é o foco do evento e, por isso, a sua programação comercial e cultural está cheia de referências que identificam e trazem novos conceitos e tendências tanto nos negócios como na diversidade de mostras paralelas. Enquanto a feira acontece, seminários internacionais e uma exposição de 100 amostras de materiais sustentáveis voltados à indústria moveleira disputarão a atenção do visitante, que poderá ainda prestigiar o trabalho de 24 nomes já confirmados, entre eles Zanini, Menini-Nicola, Gallina & Visentini, Mameluca Design e Flávia Pagotti Silva. Além de chamar a atenção da indústria para a possibilidade de trabalhar com profissionais de design, a iniciativa da Casa Brasil visa dar maior visibilidade às criações, tornando também acessível a quem vai à feira.

Um destaque do evento é a exposição Celebrar Design Mercosul, na qual estarão 30 peças de designers do Brasil, Uruguai e Argentina selecionados por um grupo de curadores dos três países participantes.

Casa Brasil - Mesa Obra - Menini Nicola (Celebrar Design Mercosul) Casa Brasil - Lanterna de Chão - Marcelo Rosenbaum (Celebrar Design Mercosul) Mobiliário Go - Ye Design (Celebrar Design Mercosul)

Outro ponto imperdível é a mostra Bancos da Copa, que alia arte, design, futebol e muita originalidade. Ele faz parte da segunda edição do projeto Banco de Ideias e tem como temática a Copa do Mundo. Ao todo, 12 arquitetos e decoradores de diferentes partes do país, convidados pela Casa Brasil, desenvolverão bancos exclusivos sobre o maior campeonato de futebol do mundo. As peças estarão expostas pelos pavilhões da feira aproximando uma das paixões nacionais com o design contemporâneo e o talento brasileiro.

Casa Brasil - Banco_Gol (Banco de Ideias) Casa Brasil - Banco de Paula Neder (Banco de Ideias) Casa Brasil - Banco de Luciana Thomas e Leôncio Pedrosa (Banco de Ideias)

Cadeira Tiss – Studio Zanini

Zanini de Zanine faz uma releitura ousada da tradicional cadeira portuguesa em palinha.

Filho do renomado designer José Zanine Caldos, Zanini de Zanine parece ter herdado a criatividade e o dom do pai de criar peças autorais e inspiradoras. Com a sua Cadeira Tiss, o jovem designer faz uma releitura das antigas cadeiras lusitanas em palinha, ainda bastante comuns no Brasil. Zanini partiu para uma forma bem ousada: bipartida, tem a palinha tanto no assento como no encosto e foi pensada para acompanhar uma mesa de jantar.

Cadeira Tiss

 

Cadeira Tiss

A peça, que foi apresentada na 15ª edição da Abimad, feira da Associação Brasileira das Indústrias de Móveis de Alta Decoração, em São Paulo, é feita em madeira Tauari, bem resistente, apesar de leve. Para conhecer essa e outras peças do designer, venha fazer uma visita aqui na loja da AZ!